top of page
  • Writer's pictureNatureHub Brasil

Visão do Ricardo Guerra da Planet: Como os dados de imagens de satélite estão impulsionando soluções baseadas na natureza?

Updated: Apr 10

"Quando falamos em SBN, acredito que a grande necessidade ainda está em desmistificar a própria palavra SBN, e depois os conceitos que seguem ela."

homem jovem sorrindo em um fundo florido

1. Qual é a sua formação e experiência em soluções baseadas na natureza (SBN)?


Sou brasileiro com formação em Comércio Internacional, pós graduado em Gestão Comercial pela FGV e com MBA em Gestão Estratégica de Negócios pela  Fundação DOM CABRAL.


Durante seis anos morei na Austrália,  aprimorei minhas habilidades em Negócios Estratégicos por meio de estudos especializados na Queensland University of Technology (QUT), obtendo um certificado em negócios.


Nos últimos 13 anos,  estou  profundamente envolvido no setor de Sistemas de Informação Geográfica (GIS) e Observação da Terra (EO). Atualmente, atuo como Diretor Regional de Vendas para a Planet Labs PBC na América Latina, liderando uma equipe multidisciplinar de Executivos de Contas.


Desde o início de minhas atividades na Planet em 2019, estou diretamente ligado a SBN, por meio de vários projetos que a Planet entrega na LATAM e no mundo, no ano passado fui convidado pela Concórdia para participar junto ao presidente do Equador, o ex presidente do Chile, e o ex presidente da Colômbia em uma imersão de vários dias na Amazônia Equatoriana com especialistas de vários segmentos, com objetivo principal de apresentar SBN que possam avançar e ter escalabilidade de maneira rápida a nível Global.


2. Como você descreveria a proposta de valor da sua organização para alguém novo no setor?


A Planet Labs PBC revolucionou a indústria de observação da Terra com os dados de imagens de satélite de maior frequência comercialmente disponíveis (diários), por esse motivo é líder absoluta neste segmento.


Os dados da Planet estão transformando a maneira como empresas e governos utilizam  imagens de satélite, fornecendo insights sobre as mudanças diárias na Terra. Este conjunto de dados diferenciado impulsiona a tomada de decisões em uma infinidade de setores, incluindo agricultura, Segurança Pública, mapeamento e governo. Nossas constelações de mais de 200 satélites, a maior da história, captura imagens de toda a massa terrestre diariamente.


Imagine que hoje você consegue monitorar com imagens de satélite de alta resolução, qualquer ponto da terra diariamente, com um modelo muito “user friendly”, é como se você estivesse acessando a Netflix, você tem um usuário, uma senha, acessa nossa Plataforma Planet e através do polígono da sua área de Interesse, você passa a receber imagens atualizadas diariamente, e além disso a Planet disponibiliza uma enriquecedora quantidade de ferramentas de análise geográfica na Plataforma, e vários analytics que podem ser contratados, tais como Emissão de Carbono das Florestas, quantidade estimada de água no solo, temperatura estimada do solo, Biomassa, NDVI entre outros.

Trabalhar na Planet é um grande orgulho, imagine que todo e qualquer projeto que estamos envolvidos traz um passo a mais em direção a um mundo melhor, pois com nossas imagens temos empresas e instituições governamentais monitorando e tomando ações efetivas em temas como Emissão de Carbono, desmatamento, qualidade do plantio de agricultura, monitoramento da Biodiversidade, entre outros milhares de casos de uso que poderíamos mencionar.

3. Quais são os números ou insights de mercado que mais te animam no espaço de SBN?


Acredito fortemente que estamos vivendo dois anos “mágicos” para a América Latina, o Brasil está no centro dos debates, promovendo o encontro do G20 e a COP 30, a Colômbia na cidade de Cali irá sediar a COP 16 de Biodiversidade, e ao redor desses eventos principais, muitas discussões e reuniões serão realizadas, isso é o mais empolgante, que finalmente vamos ter os espaços apropriados para avançar essa agenda de SBN, Que é extremamente relevante para o mundo.


4. Quais são as principais dificuldades ou travas que, se resolvidas, podem e têm contribuído para o crescimento das SBN?


Excelente pergunta, e que traz uma grande reflexão sobre o assunto, o mundo gira em torno do dinheiro (feliz ou infelizmente), o grande gargalo sempre é o investimento, temos excelentes debates, excelentes iniciativas/ideias (por exemplo o Nature HUB), iniciativas privadas e governamentais, porém sempre chegamos naquela pergunta: Qual o retorno financeiro disso? Então acredito que precisamos trabalhar em duas direções distintas:

1 - Trabalho de conscientização, se não houver natureza, se não houver floresta, se não houver água potável, não haverá necessidade deste debate em alguns anos, então o grande benefício deveria ser esse "Construirmos um mundo no qual possamos viver, e criar nossas próximas gerações”

2 - Precisamos encontrar o retorno financeiro das SBN, manter uma árvore em pé precisa ser mais rentável do que derrubá-la, as soluções de SBN podem ser um grande potencializador dessa necessidade de tornar um debate intangível, em algo tangível ao qual possamos mensurar os benefícios.

5. Você pode ajudar a esclarecer ou contextualizar uma palavra/conceito no espaço SBN que você acha que é frequentemente mal compreendido?


Quando falamos em SBN, acredito que a grande necessidade ainda está em desmistificar a própria palavra SBN, e depois os conceitos que seguem ela, muita gente ainda não entende que Soluções Baseadas na Natureza (SBN) são estratégias que utilizam processos naturais ou ecossistemas para resolver desafios relacionados ao meio ambiente, ao desenvolvimento sustentável e à adaptação às mudanças climáticas. Em vez de depender exclusivamente de infraestrutura construída pelo homem, as SBN buscam  integrar os processos e características dos ecossistemas naturais para fornecer serviços essenciais.


Algumas pessoas podem erroneamente acreditar que as SBN são incompatíveis com o desenvolvimento econômico, mas na verdade elas podem ser integradas em estratégias de desenvolvimento sustentável que promovem o crescimento econômico enquanto protegem e restauram os ecossistemas, essa conscientização é de suma importância para avançarmos essa agenda nos próximos anos.


6. O que você gostaria de compartilhar com a comunidade NatureHub Brasil?


Comunidade do NatureHub Brasil, gostaria de compartilhar minha jornada e minha paixão por contribuir para um mundo mais sustentável e resiliente por meio das Soluções Baseadas na Natureza (SBN). Ao longo dos anos, tenho tido a oportunidade de me envolver em projetos significativos que visam utilizar os recursos naturais de forma inteligente e sustentável.

Minha experiência na Planet Labs PBC tem sido incrivelmente gratificante, pois temos liderado o caminho na revolução da observação da Terra, fornecendo dados de satélite de alta frequência que estão transformando a maneira como empresas e governos tomam decisões em uma variedade de setores.

Acredito firmemente que estamos em um momento crítico para impulsionar a agenda das SBN no Brasil e na América Latina. Com eventos importantes como o G20 e a COP 30 acontecendo em nosso país, temos a oportunidade de promover discussões e ações concretas para avançar a causa das SBN. Quero encorajar todos vocês a se unirem a nós nessa jornada. Cada um de nós tem um papel a desempenhar na proteção e preservação do nosso meio ambiente. Seja compartilhando conhecimento, promovendo iniciativas locais, ou defendendo políticas sustentáveis, podemos fazer a diferença. Lembrem-se, o futuro do nosso planeta está em nossas mãos. Vamos trabalhar juntos para construir um mundo onde a natureza e a humanidade possam prosperar em harmonia. Juntos, podemos criar um legado duradouro para as gerações futuras. Obrigado pelo seu compromisso e apoio contínuo.


 
🌱 Para acompanhar mais entrevistas com especialistas da comunidade NatureHub

Comments


interview
bottom of page