top of page
  • Writer's pictureNatureHub Brasil

Soluções para créditos de carbono e biodiversidade: o terceiro segmento

Updated: Sep 25, 2023


Bem-vindo(a) de volta ao NatureHub Brasil - Catalisando uma comunidade na interseção entre as soluções baseadas na natureza (SBN), investimentos, e inovação digital 🍃 🤖

Já estruturamos mais de 400 organizações de SBN em uma cadeia de valor que possui 12 segmentos, hoje apresentamos o terceiro segmento - soluções para créditos de carbono e biodiversidade 🧩

Neste post vamos apresentar:

  1. Quem representa este segmento da cadeia de valor das SBN.

  2. O que você encontrará no banco de dados NatureHub neste segmento.

  3. Visão do especialista: um papo rápido com o Augusto Andrade Co-Founder e CEO da Skoog

Recomendamos que você acesse esse link e preencha o formulário de inscrição gratuita do banco de dados NatureHub para complementar a leitura abaixo 🌐


 

1. Quem representa este segmento da cadeia de valor das SBN?




Um relatório recente da McKinsey estima que o mercado global de créditos de carbono deverá crescer de cerca de USD$1bn em 2021 para USD$50-100bn em 2030. Curiosamente, a análise também destaca que 15% de todo o potencial mundial de compensação de carbono através de soluções climáticas naturais reside no Brasil.


As soluções de crédito de carbono e de biodiversidade desempenham um papel importante na cadeia de valor, permitindo aos produtores e projetos de SBN gerarem receitas a partir de usos sustentáveis da terra. Para projetos de reflorestamento com proposito de conservação, essa pode ser a fonte principal de receitas. Contudo as operações agrícolas sustentáveis e agroflorestais, podem agora gerar um novo fluxo de receitas valioso juntamente com as atividades principais.


Um grande grupo de marketplaces de créditos se formou para servir a demanda de organizações buscando através de oportunidades de offset cumprir as demandas regulatórias ou compromissos de descarbonização. A alta concorrência forçou os líderes a se diferenciarem, com muitos marketplaces que oferecem agora acesso antecipado ao capital que financia a produção e verificação de créditos, alguns com compromissos de 30 anos com preços de créditos fixos.


Estamos motivados a acompanhar o interesse crescente em créditos de biodiversidade, onde as operações são recompensadas pela conservação ou restauração de ecossistemas biodiversos, e não apenas de carbono. No último ano, a Cop15 em Montreal produziu um acordo histórico sobre conservação da natureza, com o novo Global Biodiversity Framework (GBF) agora disponível para orientar os investidores e corporações. O orçamento recentemente proposto pelo Presidente Biden de USD$24m para a conservação indica que este é o início de uma nova onda de investimento em sustentabilidade.


 

2. Quais são as principais conclusões sobre esse segmento no banco de dados?



Hoje adicionaremos 36 novas organizações ao banco de dados, representando o segmento soluções para créditos de carbono e biodiversidade (você pode acessar aqui).

Esse segmento representa 8% do banco de dados completo (400+ organizações) que a gente vai compartilhar durante as próximas semanas.

Alguns destaques que encontramos:

  • 8% das empresas de soluções para créditos de carbono e biodiversidade no banco de dados são baseados no Brasil, incluindo Moss e a Agroforestry Carbon.

  • 6% do total de empresas do segmento concentram-se exclusivamente na venda de créditos de biodiversidade. Estas empresas incentivam os proprietários de terras a restaurar e proteger os ecossistemas biológicos, incluindo plantas, insetos, e animais. Os sensores de som, solo e vídeo ajudam a analisar o valor basal da biodiversidade antes de recompensar pelos ganhos. Os mangues têm sido destacados como uma área de interesse fundamental.

  • 11% empresas são especializadas na venda de créditos através da infraestrutura de blockchain, com o objetivo de aumentar a rastreabilidade e mensuração.

Mais de 30% das empresas do segmento são empresas internacionais que operam no Brasil, fazendo a ponte entre a oferta de crédito e os compradores nos EUA e na Europa. Nesse contexto, recomendamos ler mais sobre 1) Earthshot 2) Geotree 3) Pachama 4) Ceezer 5) Pivotal


 

3. Visão de especialista - Um papo rápido com o Augusto Andrade @ Skoog




i) Qual sua experiência no espaço das SBN?

Sou filho de engenheiros agrônomos fortemente ligados ao Cooperativismo e venho de uma família de fazendeiros em uma região onde o Cerrado encontra a Caatinga, com forte incidência de florestas tropicais secas. Atuei por 15 anos como consultor em indústrias de recursos naturais, como energia, trabalhando com melhoria e digitalização de processos, experiência que viria, juntamente com a influência do cooperativismo, influenciar na concepção da Skoog: digitalização de toda a cadeia, desde a prospecção e agrupamento de propriedades até a geração e comercialização de créditos.


ii) Como você descreveria a proposta de valor do Skoog para alguém que é novo no setor?

A Skoog quer introduzir um modelo de plataforma ao mercado de carbono, juntando proprietários rurais e todos os agentes necessários - financiadores, compradores, empresas de reflorestamento, agrofloresta, etc - para escalar a oferta de créditos. Adotamos um modelo centrado na propriedade, e não em tipos específicos de crédito: nossa missão é maximizar a sustentabilidade de cada propriedade, o que muitas vezes requer uma mistura de conservação, restauração e transição para práticas agropecuárias e florestais sustentáveis.


iii) Quais são os números ou insights de mercado que tem animam com o espaço de SBN?

Especialmente o tamanho que o mercado pode atingir com a regras corretas e a possibilidade do Brasil se tornar líder, tornando-se a primeira “potência verde” mundial: https://www.bcg.com/brazil-climate-report-2022-seizing-brazils-climate-potential https://about.bnef.com/blog/carbon-offset-market-could-reach-1-trillion-with-right-rules/


iv) Quais as principais dificuldades ou gargalos que, se resolvidas, contribuiriam para o crescimento das SBN?

Certamente a regularização fundiária e a transparência de dados de projeto. Nossa ambição é ter todos os dados acessíveis e facilmente compreensíveis em nossa plataforma, eliminando - ou facilitando - o trabalho de quem desejar aferir a qualidade dos projetos. Isto inclui contato direto com proprietários e comunidades inseridas nos projetos.


v) O que você diria para a comunidade Nature Hub Brasil?

Vamos trazer inovação e revolucionar este espaço, a natureza e biodiversidade do Brasil são ímpares, incomparáveis. Devemos liderar também na tecnologia e inovação - à altura dos nossos recursos naturais.


 

Esperamos que tenham gostado do terceiro segmento!

Na próxima semana continuamos a jornada pela cadeia de valor das SBN com o segmento de fintech de SBN.



💡Quer continuar aprendendo mais?💡

Acesse o link para se inscrever e participar na experiência de 12 semanas que dará acesso a um banco de dados gratuito de mais de 400 organizações de SBN.

17 views0 comments
interview
bottom of page